2007 em punho, eis o panorama da palavra levando a sua luta, à maneira dos que não querem a guerra, mas vivem no fogo cruzado, sabendo que de uma hora para outra a vida tomará outro rumo. Quando, ninguém sabe, e nós ainda menos, porque nos ocupamos de uma atividade já quase em extinção. Desenvolvemos, como está na moda, um projeto social do qual nem os jornais se ocupam, mas que é, ainda que para esses poucos que não são tão poucos, (apenas não contemplados) uma razão maior de existir e compreender o ponto a que chegamos. Tanta cultura, tanta civilização, tanta tecnologia a nos pegar agora acuados, barbarizados pela desorganização e pelo desinteresse público. Reféns em nossas próprias casas resta-nos a escrita e o pensamento, que do resto não somos mais donos.


Neste número você irá encontrar poetas de hoje e de ontem, alguns que um dia apenas ouviu falar, outro cujo nome nunca viu na vida, ao lado dos consagrados escritores da língua portuguesa. Todos eles formam um exército que não se entrega, e que luta com uma arma sempre moderna e inextinguível: a palavra.

Tintanueva Ediciones informa de la tercera emisión del Festival Latinoamericano de Poesía Ser al fin una palabra… que se realizará en la ciudad de México del 19 al 23 de marzo y cuya finalidad primordial es nutrir la vida cultural y propiciar la continuidad del quehacer literario en Latinoamérica con motivo de la celebración del día internacional de la poesía decretado por la UNESCO el 21 de marzo.

Los poetas participantes serán: José Vicente Anaya, Dolores Castro, Carmen de la Fuente, Eduardo Langagne y Juan Manz (México); Leo Lobos y Sergio Ojeda (Chile), Helena Ortiz (Brasil), Gabriela Pais y Ricardo Rojas Ayrala (Argentina), Leonardo Padrón (Venezuela), Mario René Matute (Guatemala), Renato Sandoval (Perú), Victor Sosa (Uruguay) y Minerva Salado (Cuba).

Nuestras sedes: Facultad de Filosofía y Letras de la Universidad Nacional Autónoma de México (UNAM), Sala Manuel M. Ponce del Palacio de Bellas Artes, Universidad Autónoma de la Ciudad de México (UACM) Centro Histórico, Universidad Tecnológica de México (UNITEC) Campi-Coyoacán, Representación del Gobierno de Chihuahua en la ciudad de México y Casa del Poeta Ramón López Velarde.

Este año el Festival estará dedicado a la memoria de nuestro querido amigo poeta brasileño Márcio Carvalho, quien participó del 2º Festival y cuya presencia pervive en nuestros corazones a través de su poesía.

Porque creemos que la palabra es una infinita posibilidad de ser más allá del tiempo y la materialidad. Porque la poesía no sirve para nada excepto para mover corazones. Porque la palabra es la gota de sangre que colma el poema de quien empuña, como únicas armas; sentimiento, lengua, pluma y un trozo de papel.


Comité Organizador

Federico Corral Vallejo
Obed González

Fernando Corona
Angélica Santa Olaya


 

 
 
 
 
poeta da vez
indicações: leia mais
editora da palavra