O panorama da palavra é um jornal de literatura que já completou oito anos de existência. Nasceu a partir de um evento do mesmo nome, de poesia falada, que teve início em 1999, primeiramente na Casa de Cultura Margarida Rey, em Copacabana, e em 2001 mudou-se para o Teatro Cândido Mendes, em Ipanema, no Rio de Janeiro, onde ficou até o final de 2002.
O jornal surgiu da necessidade de dar cobertura a esse evento, que levou ao palco e às suas páginas cerca de 800 poetas, entre consagrados, conhecidos e iniciantes. Desde então tem circulado com a regularidade possível, divulgando e trazendo à tona novos talentos, bem como aqueles poetas que ainda não tiveram para a sua obra a atenção necessária.
O panorama da palavra contempla preferencialmente a poesia, mas também o conto, a crônica, o ensaio e a crítica e já organizou dois concursos de poesia: Prêmio Astrid Cabral e Prêmio Marco Lucchesi.
O jornal é feito por poetas que acreditam na necessidade de um veículo que aglutine a produção literária brasileira e esteja atento para a criação contemporânea, sem esquecer os grande poetas da língua portuguesa, bem como a sua evolução.

 

 

 
 
 
poeta da vez
indicações: leia mais
editora da palavra